O PREPARO DE PRETÉRITO

Como toda pesquisa, principalmente experimental, PRETÉRITO IMPERFEITO passou por diversas etapas, ensaios, reflexões teóricas e trocas coletivas em vários lugares, e principalmente testes práticos de laboratório. A cada passo, não só foram construídas as bases conceituais, como foram aparecendo as imagens que deram ‘a cara do lugar’ que definiu as três séries. Abaixo, algumas etapas entre 2009 e 2011.

PRIMEIROS PASSOS

As primeiras ampliações de pretérito foram feitas em abril/maio de 2009, quando a assemblage foi se configurando como o procedimento principal.

Acima, fotos da primeira apresentação da parte prática da pesquisa em sua fase inicial, durante a disciplina ‘Espaços e Formas de Apresentação e Concepção da Arte’, com o Profº Hélio Fervenza (sentado à direita), no IA/UFRGS em Porto Alegre/2009. Na oportunidade, surge a dúvida de como expor os trabalhos – se virtual em projeção digital (como na parede, na foto acima à direita) ou em cópia tradicional em papel (nas copias pequenas ao lado na mesma imagem).

TESTES BIOSHOTS

 A série BIOSHOT foi a mais testada em suportes e formatos diferentes. Na primeira oportunidade de apresentar os BIOSHOTs, optou-se por ampliá-los em papel metalizado no formato 50 x 60 cm, na tentativa de encontrar um tipo de suporte que fizesse alusão ao efeito reflexivo do espelho.

Acima, dois BIOSHOTs expostos no espaço para artistas convidados do XXVIII Salão Arte Pará 2009, MHEP – Museu Histórico do Pará, em outubro de 2009, em Belém/PA -, cujo tema foi ‘Territórios da arte e tecnologia ou a mutação das identidades‘. Fotos © Alberto Bitar.

Já em dezembro de 2009, 26 imagens da série BIOSHOT foram expostas na mostra ‘Todos os dons de Pandora’ do Evento extensivo ao II SIGAM – Simpósio Internacional sobre Gênero, Arte e Memória, na galeria do IAD da UFPEL, em Pelotas/RS (fotos dos trabalhos acima) Fotos © Flavya Mutran

Durante o período do estágio docência na disciplina ‘Laboratório de processos gráficos’, ministrada pela professora Maristela Salvatori, imagens das matrizes BIOSHOTs foram usadas para experimentar processos híbridos em gravura em placas de circuito eletrônico.

Acima, etapas de produção de provas em fotogravura no Laboratório de Gravura do Instituto de Artes da UFRGS. Outubro/2009, Porto Alegre/RS. Foto © Roberta Agostini. A experiência ajudou na formulação de reflexões teóricas sobre o conceito de matriz x cópias e suas implicações com o tempo da fotografia atual.

Abaixo, testes com impressões variadas de matrizes BIOSHOTs. À esquerda matriz digital em JPG como imagem de referência para cópia em xerox, que por sua vez serve de matriz para fotogravura em placa de circuito eletrônico no processo água forte, ao centro. À direita, a primeira prova impressa em papel.

Foi então que, no final de 2010 se chegou à solução de imprimir os BIOSHOTs em transparências aplicadas a espelhos. A escala deveria se aproximar ao tamanho médio dos monitores dos computadores domésticos, com imagens que não ultrapassassem a escala média de um rosto humano distante 30 centímetros do monitor/espelho: tamanho 20 x 30 cm.

 Acima, montagem final da série BIOSHOT, em vinil autocolante aplicado em espelho, montado em perfil de madeira fosca preta, em tamanho 20 x 30 cm. A escala da imagem se aproxima do tamanho médio de uma cabeça/rosto refletida sobre os espelhos do dia a dia.

Trabalhos da série Bioshots foram expostos em Pelotas/RS, Belém/PA, Cachoeira/BA e em Newport, na Inglaterra, convite da Universidade de Newport – País de Gales, a Associação Fotoativa, do Pará, foi parceira do simpósio “A BRUSH WITH LIGHT”, que aconteceu em abril, no Centro Cultural Riverfront em Newport, País de Gales, em abril de 2010.

‘THERE’S NO PLACES’  VIAJA 

A série foi exposta em dois momentos fora de Porto Alegre, em Belém na Mostra IND!CIAL – Fotografia Paraense Contemporânea, que a unidade do SESC BOULEVARD realizou no período de 04 de abril a 30 de maio de 2010, com a instalação de obras de fotógrafos e artistas visuais paraenses contemporâneos, em grandes formatos e projeções multimídia, oficinas com grandes nomes da fotografia e performances de música, teatro, dança e literatura.

Acima, no centro da imagem, uma fotografia da série ‘THERE’S NO PLACE LIKE 127.0.0.1′ exposta na Mostra IND!CIAL do SESC. ©Flavya Mutran

Três fotografias da série ‘THERE’S NO PLACE LIKE 127.0.0.1’ também foram selecionadas para o I Prêmio Diário de Fotografia Contemporânea, em Belém/PA.

O salão é um projeto nacional promovido pelo jornal Diário do Pará e RBA – Rede Brasil Amazônia de Comunicação e que abrange a fotografia em toda sua diversidade.

AMPLIANDO O TERRITÓRIO DA IMAGEM

As cópias finais das três séries de Pretérito foram feitas no laboratório SULFOTOS, de Porto Alegre. Fábio Cabral, Leandro e Cristiano Soares capricharam em todas as etapas, desde a preparação dos arquivos para ampliação até a plotagem dos textos na galeria.

Finalização das ampliações da série EGOSHOTs no Laboratório SulFotos e Cristiano faz os últimos testes dos textos para aplicação na galeria.  Janeiro de 2011, Porto Alegre/RS. Foto© Flavya Mutran

MONTAGENS DOS SANTOS

As montagens das ampliações foram feitas na Molduraria Santos, na imagem abaixo, Sr. Santos e a filha Pamela nos trabalhos iniciais, e mais imagens do trabalho de aplicação dos textos na galeria.

A montagem da Mostra ficou a cargo da equipe do MAC-RS, Gaby Benedyct e Mario Terrazas.

Mario Terrazas montando os espelhos BIOSHOTs da Mostra Pretérito. Galeria Xico Stockinger, Porto Alegre, 15/03/11.  Fotos© Flavya Mutran

Acima e abaixo, imagens da montagem das séries BIOSHOT e foto de Gaby e André Venzon, diretor do MAC-RS, nos ajustes finais antes do vernissage de 19 de março de 2011. Fotos © Val-André Mutran e Flavya Mutran

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s